23.3.17

Beringelas recheadas



Mamma mia, que refeição tão boa!

Esta receita foi inventada por mim numa mistura de receitas de beringelas recheadas. Agora não sou eu que faço, passei a receita à minha Sirly que executou na perfeição.


Tempero Segredos do Mundo Itália da Margão
4 beringelas
3 tomates
1 pimento verde
1 cebola grande
2 latas de cogumelos laminados 
1 pacote de polpa de tomate com alho
600 gr. de carne picada sem gorduras (300 gr. carne de vaca + 300 gr. frango)
queijo mozzarella ralado ou outro
sal

1. Lavar e cortar as beringelas em metades. Passar a faca no interior, fazendo pequenos golpes, mas sem chegar a cortar a casca. Com ajuda de uma colher retire a polpa e corte em pequenos cubos.

2.  Dispor as metades das beringelas num pirex, temperar com sal e com Segredos do Mundo Itália da Margão. As beringelas tendem a oxidar rapidamente, não tem problema. Levar ao forno durante cerca de 20 min.

3. Picar a cebola, o tomate e o pimento. Deitar tudo numa frigideira bem grande junto com a polpa das beringelas, acrescentar um golpe de azeite e deixar cozinhar cerca de 10 minutos, mexendo bem.

4. Quando achar que a mistura está cozinhada, acrescente a carne picada e rectifique sal. Nota: não compro (nunca!) carne picada embalada nos supermercados. Vou antes a um talho de confiança, peço para picarem carne de vaca e de frango à minha frente, livre de peles e gorduras.

5. Quando a carne estiver cozinhada, acrescente os cogumelos laminados, a polpa de tomate e polvilhe com Segredos do Mundo Itália da Margão em quantidade a gosto.

6. Rechear as beringelas com o preparado e colocar queijo mozarella ralado (ou outro) por cima. Certamente vai sobrar recheio, o que faço é congelar para novas beringelas ou para uma massa.

7. Levar ao forno a 180ºC durante cerca de outros 20 minutos.


Fica divinal, recomendo mesmo. Acompanhado de brócolos salteados ou uma boa salada, fica perfeito!

SHARE:

22.3.17

Um dia mato este gajo #83


Umas das coisas com que não contava uma vez nascida a herdeira era que o PAM migrasse para outro universo durante a noite. Nas primeiras madrugadas o homem saía da estratosfera, entrava num estado catatónico, ficava totalmente ausente e com dificuldade em dar resposta aos meus pedidos.

Na primeira semana, perante o meu pedido de ajuda para me chegar uma fralda a meio da noite, respondeu-me esta pérola com maus modos:

- NÃO VÊS QUE EU ESTOU A DORMIR??!

A sorte dele é que tenho sentido de humor. E que não guardo rancor. E que não tinha forças para o atirar da cama abaixo.


SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig