30.11.16

Going to the movies: "Allied"



Allied, o filme é tão bom, tão bom, que eu não sei como escrever sobre ele sem ser uma spoiler.

Tocou-me imenso, por razões óbvias que vão perceber quando o virem, senti-me de rastos quando saí do cinema. Os tempos de guerra, a falta de saída (o que ainda hoje acontece) são de um sofrimento indescritível.

Depois de ver o filme percebo o boato de que este "amor" teria sido o motivo para o fim do casamento Pitt & Jolie, pois o Pitt e a Cotillard estão de uma cumplicidade magnífica, mas a isso chama-se excelente representação.

Estreia amanhã em Portugal, aproveitem o feriado! Trailer aqui.

SHARE:

Gostei e comprei #40



Casaco ZARA, aqui
Calças de maternidade, H&M
Capa de telemóvel cacto, MANGO Outlet, esgotou, mas têm aqui um ananás
Botins ROS LISBON, modelo CAETANA, aqui
Mala ROS LISBON,  modelo LISBOA, aqui

Eu tenho tantos, mas tantos, casacos, que chega a ser obsceno comprar mais um. Mas eu gosto, o que fazer? Não adoro a roupa de inverno em geral, prefiro mil vezes o verão, mas gosto muito de casacos e sobretudos. O problema é o espaço que ocupam e a falta de espaço que tenho para os guardar.

Apaixonei-me por este casaco logo que apareceu em loja, tentei resistir-lhe, mas não consegui. Sobretudo quando percebi que alguns dos meus casacos me fazem sentir desconfortável na barriga para os apertar (logo, tenho menos opções para este inverno) e neste modelito a barriga tem todo o espaço que precisa.

Foi uma excelente compra, recomendo! O casaco existe ainda em verde azeitona e em preto. Problema: depois de o comprar tenho visto outros mil exemplares na rua, é claramente o casaco da moda, dá a sensação que todas as mulheres têm um e deve estar com grande saída de vendas. Mas uma pessoa aguenta!

A mala que também costuma ser cobiçada é da ROS LISBON, modelo LISBOA e acaba hoje o desconto de 25€ usando o código CYBERDAYS no check out do site.





SHARE:

26.11.16

Sugestão de fim-de-semana: o Winter Market Stylista



video




Quando penso em mercados, as edições de inverno e de verão da Maria Guedes, autora do blogue Stylista, são "os" mercados!

Este ano o Winter Market Stylista tem lugar na Cordoaria Nacional, Sábado e Domingo, 26 e 27 de Novembro (hoje e amanhã), das 10H às 19H.

São mais de 100 marcas portuguesas, do melhor que se faz em Portugal, woman, men, kids e comida, eu garanto que vale a pena passear neste mercado ENORME, cheio de bom gosto em que apetece levar tudo para casa.

Sugestão: estacionar do lado do rio e atravessar a ponte pedonal.

Eu lá estarei com a ROS LISBON com estes e outros artigos e neste fim-de-semana todas as malas terão 25€ de desconto.
Vejo-vos por lá!


















SHARE:

22.11.16

I love home style #15



Estou em mudanças, vou ter um escritório de casa novo!

Entre as coisas que escolhi, uma delas foi uma parede de ardósia. Mas não quero usar tinta de ardósia, não quero colar vinil de ardósia e castigar a parede, não quero uma ardósia grande e pesada que possa tornar-se um perigo.

Quero poupar a parede, quero manter a tomada que está na parede a que se destina, quero algo do género de um quadro forrado a vinil de ardósia que possa encostar à parede (parece o que está na foto), deslocar se necessário, que não seja perigoso e que faça o mesmo efeito que uma parede.

Já alguém fez isto? Como? Ideias?

SHARE:

21.11.16

I love home style #14




















  

Deve ser giro ser-se rico! 

Foi vendido o segundo ponto mais alto de Nova Iorque, o apartamento de um edifício que fica logo a seguir ao One World Trade Center ou o mais alto se limitarmos a infraestruturas somente residenciais, sem escritórios à mistura.

Eu estava a pensar em adquirir o espaço, mas um dos homens mais ricos da Arábia Saudita chegou-se à frente com 79 milhões de dólares e passou-me a perna.

O apartamento tem 767 metros quadrados, seis quartos enormes, nove casas de banho, tem biblioteca, salas diversas, sala de jantar e até um elevador privado, que uma pessoa não está para andar a subir e a descer escadas. 

Mas mudem aquele quadro da sala de jantar. Comprem um Pollock ou a Guernica que aquilo não tem jeito nenhum.


SHARE:

Gravidez: toda a verdade #10


Lembro-me que quando comecei a pensar na hipótese de engravidar, há uns anos, comentei que antes disso ia ao médico para um check-up e confirmar que estava tudo OK comigo. Uma pessoa respondeu-me: "para quê? Isso vai-se depois de engravidar!", como se eu fosse estúpida na minha decisão. Nunca mais me esqueci. Que sentido é que isto tem? Depois do quê, de se descobrir um problema estando grávida?

Fui ao médico e não estava tudo bem. Tinha uma displasia no útero que com anos de evolução poderia vir a tornar-se num cancro. Ficou resolvido e tratado, mudei coisas na minha vida (profissionais) e desisti temporariamente da ideia de engravidar. Ainda não era o momento para mim.

Há tempos soube de uma pessoa que engravidou, sofrendo logo nas primeiras semanas perdas de sangue. Junto com a gravidez tinha um mioma e teve de ficar nove meses deitada.

Isto para explicar que, pelo menos eu, sou incapaz de dar tudo por garantido, detesto riscos e na minha cabeça NUNCA se tenta engravidar sem antes passar pelo médico e confirmar que está tudo OK para avançar.

Hoje, dia 21 de Novembro, assinala-se o Dia Nacional da Spina Bífida. Uma das questões deste problema é que é uma malformação congénita que ocorre no primeiro mês de gestação, quando a maioria das mulheres ainda nem sabe que engravidou ou acabou de saber. Quando planeei a minha gravidez, consciente, dois meses antes a médica recomendou-me iniciar a toma de ácido fólico, que contribui para a redução dos defeitos do tubo neural em cerca de 72% (o que é imenso).

Os defeitos do tubo neural, entre os quais a Spina Bífida, afectam cerca de 500.000 nascimentos por ano em todo o mundo, sendo que algumas destas gravidezes nem chegam a termo.

Se pretendem engravidar, façam-no planeado, de forma consciente e com acompanhamento médico. É a melhor forma de evitar desgostos e problemas de saúde, para a mãe e para o bebé.

Para mais informações visite www.asbihp.pt






 

SHARE:

19.11.16

Salsichas com couve



O homem é fanático deste prato. E eu também, não vou mentir! Foi mamãe quem me ensinou a fazer e é a mesma receita que eu comia quando era miúda.

10/12 salsichas frescas de peru (ou porco, quem preferir)
4 cenouras
1 couve lombardo
1 cebola 
100 gr. de bacon
1 pacotinho de polpa de tomate
vinho branco
água
azeite
sal

1. Numa panela grande e larga deite um fundo de azeite, a cebola picada e o bacon. Deixe refogar.

2. Separe as salsichas, faça uns furos com um garfo e deixe cozinhar no refogado, cerca de três minutos é suficiente. 

3. Acrescente as cenouras partidas em palitos e depois as folhas de couve lombardo. É preciso alguma agilidade e uma panela grande para caberem todas as folhas. Ocupam muito espaço, mas depois de cozerem praticamente desaparecem. As couves são o que mais gosto neste prato, escolho sempre uma couve enorme, parece que vai sobrar alimento para uma tropa e nunca sobra nada.

4. Por cima das folhas de couve, adicione a polpa de tomate, um bom golpe de vinho branco, sal a gosto e meio copo de água. Coloque a tampa na panela sem fechar completamente e deixe cozinhar durante cerca de 25 minutos em lume brando. De cinco em cinco minutos, faça rodar o fundo da panela com movimentos circulares para que nada se cole ao fundo. Vá rectificando se precisa de água ou vinho.

Acompanhe com arroz. É óptimo e muito português!


SHARE:

18.11.16

Going to the movies: "The Accountant"



The Accountant, gostei, gostei, gostei! E tem um fim inesperado.

O Ben Affleck faz um papel de autista com uma mente brilhante, um raciocínio matemático genial e uma personalidade difícil no que toca ao relacionamento entre pessoas. Isso vai levá-lo a uma vida profissional altamente invulgar.

É um filme giro e não há como sair do cinema sem vontade de ter um Pollock na sala de jantar (que by the way é outro filme - mas já antigo - a não perder).

Trailer aqui.

SHARE:

Gravidez: toda a verdade #9


Há dias fui fazer aquele teste pelo qual todas as grávidas têm de passar: o teste de glicose que consiste em tirar sangue, várias vezes, em jejum, antes e depois de beber uma carga de açúcar e assim poderem diagnosticar a possibilidade de sofrer de diabetes gestacional.

Este teste faz-se entre as 24 e as 28 semanas de gravidez. Li e ouvi falar coisas horríveis do exame, não fazia ideia de como ia ser para mim. Mas depois de fazer o exame vejo que existe algum dramalhão por aí. Não vão ao engano, o pior não está na mistela que é preciso beber.

É um dia que começa torto, ninguém tem vontade de acordar e ir a correr para o centro clínico em jejum e saber que em jejum ficará pelo menos três horas. Sobretudo quando nos estamos a preparar para sair de casa e ataca-nos o cheiro de torradas com manteiga que o homem devora na cozinha, pois tinha direito a tomar o pequeno-almoço.

Vamos lá ver, eu sou uma mulher de comida e não tenho um acordar espectacular. Se me tiram a comida, obrigam ao jejum e ainda me dizem que vou ficar três horas para fazer um exame, eu vou um feitio dos diabos. Estava possuída pelo demo! Saí de casa com grandes trombas, deixei o homem com as torradas cheio de pena de mim e lá fui eu.

Chegando ao centro clínico, tiram sangue em jejum. Primeiro furo no braço.

Depois, dão-nos a beber um líquido extremamente açucarado (aquela coisa tem 75gr. de açúcar, coisa para 400 ou 500 calorias num copo). Deram-me a escolher entre laranja ou limão, fui pelo de limão e surpreendeu-me o quão gelada estava a garrafinha. E é aqui que uns centros clínicos podem ser diferentes uns dos outros: bebi de um tiro, é extremamente doce, o sabor a limão é agradável, mas estava tão gelado que a coisa disfarça muito bem. Falei com amigas a quem deram aquilo à temperatura ambiente e, aí sim, deve custar mil vezes mais.

É um produto com uma consistência exactamente igual à água, não tem consistência de gel (não sei o motivo mas achava que era tipo gel de banho), a versão de limão é perfeitamente tolerável, mas isto de ser muito frio ajuda. Sugestão: antes de fazerem o exame, liguem para o centro onde costumam fazer as análises e perguntem se colocam as garrafinhas no frio.

Uma vez bebida a água açucarada, mandam-nos ficar quietas e sentadas para voltar a tirar sangue ao fim de uma hora. Segundo furo no braço.

Voltamos para a cadeira. Uma outra hora depois voltamos a ser chamadas para tirar sangue novamente. Terceiro furo no braço.

Tudo isto, em repouso absoluto, sentadas numa cadeira ou num sofá, não podemos circular, nem fazer esforços de algum tipo. Levem um livrinho, filhas, porque é a seca de uma vida.

Foi durante este exame, em jejum, a pensar em todo o tipo de comida, que eu pensei nas horas de trabalho que estava a perder, no injusto que é ser mulher e não poder passar a gravidez ao homem, foi a partir deste momento que eu comecei a perceber: estou farta de estar grávida. Tanta coisa que a ciência inventa e não foi ainda capaz de inventar um teste menos maçador! Eu odeio perder tempo.

Em suma, o teste em si não custa nada. Os nervos de estar a perder tempo, o apanhar uma seca e ter de ficar horas à fome é que deixa uma pessoa cheia de nervos.

As gravidezes não são todas iguais, o que eu sinto pode não ser sentido por outra grávida. 

SHARE:

16.11.16

Gostei e comprei #39



Camisola metalizada Springfield, aqui
Jeans maternidade H&M, aqui 
Ténis ROS LISBON, colecção SS2017


No início da colecção de verão 2016 a MANGO lançou uma camisola metalizada prateada exactamente igual a esta. Lancei-me numa procura desenfreada, estava esgotada em todo o lado, foi uma corrida, não tive sorte nenhuma, nem na loja online. Consolei-me com uma versão preto metalizado da camisola, eram os restos, o que havia.

Mas agora em Setembro, quando avistei outra camisola praticamente igual na SPRINGFIELD, não perdi tempo e comprei-a imediatamente. Gosto mesmo dela e farto-me de usar! Já a preta ainda está por estrear.

Têm perguntado pela camisola nas redes sociais, podem comprá-la online aqui. O tamanho que comprei foi um S.




SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig