30.12.16

Coisas que 2017 vai trazer!


O ano de 2017 para mim vai ser de imensa mudança, logo eu, tão resistente a alterações bruscas na vida. Eu gosto de estabilidade, de segurança, de saber o que vai acontecer, com o que posso contar, tudo medido a régua e esquadro. Não adoro surpresas.

As minhas marcas vão crescer e, espero, ocupar um novo espaço físico. Estou desejosa de poder concretizar esta mudança por vários motivos.
Vou, espero, conseguir vingar a minha desaparecida marca de sabrinas com uma outra fábrica. Work in progress, mas muito confiante.
Vou ter um escritório em casa mais organizado, com uma bancada de trabalho fenomenal. Estou desejosa de ver a obra concluída e poder começar a arrumar as minhas coisas. O estado actual é um aterro sanitário.
Vou lançar (mais) um novo negócio no início do ano e que nada tem a ver com as minhas marcas actuais.
Vou ter mais despesas, como nunca tive na vida, na verdade. E estou cheia de medo. Tenho passado os dias de calculadora na mão.
Vou precisar de uma capacidade de organização mental sobrenatural.
Vou ter uma empregada em casa o dia inteiro.
Vou ter de aprender a pedir ajuda mais vezes.
Vou ter de aprender a delegar trabalho que sinto que tenho de ser eu a fazer para ficar bem feito.
Vou ter de aprender a ter mais paciência.
Vou precisar da minha mãe mais vezes.
Vou dormir muito menos.


E a mais surpreendente mudança de todas, vamos passar a ser três em casa, vou ter um bebé, herdeira e riqueza de sua mãe, que será uma mistura destes dois em foto.

Feliz 2017, xuxus!



SHARE:

29.12.16

Instagram: best nine 2016



Já tinha acontecido o ano passado e este ano repete-se: um site reúne as nossas fotos de instagram com mais likes em todo o ano 2016. E agora que o ano está a chegar ao fim, é hora de fazer contas às fotos que os xuxus mais gostaram.

Percebo de caras que para vos agradar tinha de ficar num estado de gravidez permanente. Sois uns corações moles, só quereis saber de bebés na barriga!

Podem fazer o mesmo aqui, enjoy!

O instagram do blogue está AQUI.


SHARE:

28.12.16

Gravidez: toda a verdade #12



Ontem foi daqueles dias em que senti que não tenho mesmo tempo para estar grávida, até me estava a enervar. Tenho tanto que fazer (nova colecção de sapatos, nova colecção de bikinis, casa em mudanças de quartos, a estudar mudança de armazém, novos negócios a caminho), eu a olhar para uma caixa enorme de sapatos e a pensar "como raio vou transportar isto pela escadaria abaixo?". Não é o peso, que isso aguento bem, é a falta de jeito que a barriga dá, sendo que não consigo encostar caixas à barriga porque os braços não esticam. Só me apetecia atirar aquilo a pontapé pelas escadas abaixo.

E tenho dormido mal, o que não ajuda a ter paciência durante o dia. Há cerca de duas ou três semanas chegaram dores nas articulações das costelas e das ancas. Parece que sofri um acidente. Tudo normal, é o corpo a adaptar-se, mas parece que me injectaram veneno nas articulações e é um castigo para mudar de posição ao dormir. Só tenho estas dores durante a noite e gemo, num limbo que não estou nem acordada nem a dormir. A sério, o homem diz que eu gemo na cama e não há nada de erótico neste gemer, são dores. 

Esta noite, ele devia estar farto de me ouvir e reclamou, o que eu me lembro vagamente. E eu já acordo cansada, mas quando acordo não tenho sombra de dores nas articulações. Vá alguém explicar a maravilhosa natureza que é estar no 3º trimestre de gravidez.

De manhã, tentei explicar ao homem:

- Tu devias ser mais compreensivo comigo! Tu não sabes o que é estar grávida, eu não faço barulho para te acordar, é porque me dói o corpo todo!
- Não, não percebo.

Queria por favor pedir os vossos contactos para três senegaleses de bom porte darem uma tareia no meu marido. Quando chegar à cama já lhe vai doer o corpinho e terá maior empatia com a minha situação.


SHARE:

27.12.16

Um dia mato este gajo #74


Depois do banho, enrolada numa toalha em frente ao espelho, ele observava-me a colocar lentes de contacto. Do lado de dentro da cabine de duche enquanto se banhava, perguntou:

- Coitadinha da minha gata, é pitosga! Tens uma graduação muito alta?
- Eu tenho -1.50 de miopia. Não vejo nada e dizem que é pouco. Para mim é imenso, mas tive um namorado que tinha 8 e 10, isso é não ver mesmo!
- Namorado...? Que namorado era esse?

Pronto, começa.

- Não conheces...
- Pois não... tal é a quantidade! Não dá para conhecer todos!

E eu rio-me. Gosto desta impressão que ele tem que para listar os meus antigos namorados precisa de um volume tipo Página Amarelas.

É sempre bom ter um homem inseguro que não dá as coisas por garantidas, portanto, quando ele quase me acusa de ser uma mulher que praticamente resgatou das ruas, eu não desminto. Para um homem a dúvida é muito pior que a certeza. E os ciúmes fazem-lhe bem.


SHARE:

23.12.16

Um dia mato este gajo #73


Ontem, mais um dia caótico de trabalho, cheguei a casa a horas pornográficas (que trânsito foi aquele?), sem restos para jantar e sem cabeça para cozinhar. Obriguei o homem a levantar o rabo do quentinho do sofá e ir comigo à rua comprar frango assado.

Reclamou, reclamou, que estava frio e o camandro, mas lá vestiu o casaco e saiu comigo à rua.

No caminho, puxava pela minha mão para me despachar:

- Aaaanda! Anda!
- Não consigo!

Vou explicar uma coisa sobre os homens que vão ter um filho: para eles é uma coisa no horizonte, é uma mulher a quem cresce a barriga e dorme ao lado deles. Eventualmente mais chata e queixosa, mas é só isto. Gravidez para eles é isso mesmo, uma ideia lá à frente no tempo e uma mulher com a barriga maior. TUDO O RESTO, não interessa para nada, não se lembram, não se lhes ocorre, não percebem.

Eu tenho há dois ou três meses uma dor na virilha direita. Não é sempre, mas é com muita frequência, como um raio, uma cena eléctrica que aparece ao passo, quando o pé direito pousa no chão. Ou então não é um raio eléctrico, é um garfo que se espeta nos nervos da virilha e torce-os como se fossem esparguete.

Eu não morro, vou aguentando (isto há-de passar), mas não ando em ritmo acelerado senão é muito pior!

- Aaaanda! Anda!
- Não consigo!
- Não te queixes!
- Eu quero que os teus testículos tripliquem e comeces a perceber a diferença!

Cada um com os seus desejos de Natal.


SHARE:

15.12.16

Bolo de Natal (tem chocolate!)



Ah, lambonas, não podem ver nada! Assim que puseram os olhos no meu bolo, logo pediram a receita. 

Há dias tive lanche um de Natal com amigos, presentes e bolos. Todos os anos é a mesma coisa, tenho de levar este bolo. E se me aventurar num outro bolo acabo com alguém chateado. Portanto, é sempre o mesmo, só lhe vou mudando a decoração.

Fiquem com esta receita para o Natal.


Massa

1 tablete e meia de chocolate de culinária Pantagruel
10 ovos
10 colheres de sobremesa de açúcar
3 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sobremesa de farinha
meio copo de água

Cobertura

1 ou 2 pacotes de natas de 200ml (conforme gostarem de mais ou menos natas na decoração)
2 colheres de sobremesa de açúcar por pacote de natas
1 caixa de framboesas
1 caixa de mirtilos


1. Ligar o forno a 180ºC. Separar gemas e claras.

2.  Bater as claras com uma pitada de sal grosso até ficarem bem firmes.

3. Bater as gemas com o açúcar até ficar uma pasta amarelo claro com o dobro do tamanho (bater cerca de 5 minutos).

4. Numa tigela pirex, partir a tablete e meia de chocolate, acrescentar a manteiga e meio copo de água. Deixar ficar completamente mole no microondas cerca de um minuto e meio (tempo pode variar).

5. Misturar o chocolate com o preparado das gemas.

6. Acrescentar a farinha e bater de novo com a batedeira.

7. Acrescentar a massa de chocolate às claras aos poucos e misturar com o salazar (não bater com a batedeira!).

8. Untar com margarina uma forma redonda (daquelas que se separa a argola do fundo) e polvilhar com farinha.

9. Deitar o preparado na forma e levar o bolo ao forno a 180ºC previamente aquecido. E eis a grande questão deste bolo, o tempo! O tempo de forno pode ser o sucesso ou a morte do artista. A ideia é que este bolo fique quase um petit gateu no centro, pelo que não pode levar muito tempo de calor. Também não pode ficar líquido, pelo que vos deixo com o dilema para resolver. No meu forno eléctrico fica 25 minutos certos. Atenção que os fornos a gás são mil vezes mais rápidos.

10. Uma vez cozinhado, retirar a forma do forno e deixar algures até arrefecer completamente. Pode ficar à espera umas horas, não foge. 

11. Desenformar o bolo num prato bonitinho.

12. Bater as natas com o açúcar até ficarem bem firmes. As minhas natas estavam há dias no frigorífico e uns 40 minutos antes de as bater pu-las no congelador. 

13. Fazer a cobertura do bolo com as natas batidas. Este ano decorei com framboesas, mirtilos e dei um toque de "neve" polvilhando a cobertura com açúcar em pó. Os frutos silvestres ficam mesmo bem com este bolo, é escolher a gosto.


Esta receita deve ser cozinhada no dia em que vai ser consumido e só deve ir para o frigorífico se for a seguir à festa. Isto é, se sobrar.

SHARE:

Sabrinas: decisions, decisions!



Há tempos, a propósito de nem tudo correr bem quando se tem uma marca de sapatos, escrevi aqui que tinha ficado sem fabricante de sabrinas. Foram dois anos para encontrar um fabricante que fizesse exactamente o que eu queria e seis meses para me dizer que ia fechar. Fiquei para morrer e sem colecção de inverno nas minhas CLOUDS Ballerinas.

Vejo uma luz ao fundo do túnel - espero não me enganar! - talvez seja capaz de me desenrascar mais cedo do que pensava, pelo que tenho de começar a tomar decisões rapidamente. 

Sendo que já me decidi quanto às peles e cores da nova colecção, tenho no ouvido as preferências das clientes que falaram comigo nos últimos mercados. Estou sempre em estado de alerta para sugar toda a informação que vão debitando em comentários, de quem compra e quem não compra, tudo é informação me me interessa ouvir. 

Bem sei que é difícil agradar a gregos e troianos, mas o que prefere a maioria?

a) Raso com uma capa a fazer de "salto" como as que fiz na primeira colecção (imagem superior) ou um saltinho de 1cm/1,5cm como as da imagem inferior? É curioso como eu fico bem com a versão clássica, mas há pessoas que dizem precisar de um pouco de salto, não conseguem aguentar um salto completamente raso. Pelas costas? Nunca percebi exactamente o que motivava isto, se é um factor único, se são vários factores que variam de pessoa para pessoa.

b) Forro em pele ou forro de algodão?

c) Sola de couro (o mais bonito e nobre) ou sola de borracha (o mais prático e seguro para a calçada portuguesa)? Tenho sempre dificuldade em decidir-me por uma destas opções. Se por um lado o couro é o mais bonito, é também o mais chato para caminhar.

d) Cores que queiram sugerir a ver se coincide com a minha escolha?

Contribuam com as vossas respostas. Aprecio a vossa opinião!


CLOUDS Ballerinas by ROS LISBON
Colecção SS2016

Alguns modelos desta colecção ainda podem ser comprados em OUTLET aqui, mas é pouca coisa.

SHARE:

14.12.16

Um dia mato este gajo #72


Há dias liguei ao homem que atendeu e avisou-me estar num stand automóvel. Mas para quê? Esquece isso! O PAM quer (quase) à força que eu mude de carro, já avisei que não vai acontecer tão cedo, mas ele lá vai insistindo e falando no assunto com alguma regularidade.

Ao regressar a casa, entrou cheio de papelada, sorrisos, simulações e extras, a ver se me quebrava. Gostamos os dois do carro, quanto a isso não existem dúvidas, mas eu não sou pessoa deslumbrada e investir em carros não é mesmo a minha onda. Além disso, o meu carro serve perfeitamente e está para durar.

Olhei a papelada, li o cartão agrafado e caiu-me o queixo: foi atendido por um antigo namorado!

O mundo é o ralo de um bidé, estamos todos pendurados pelos cabelos. Tanto stand em Lisboa e ele foi certeiro. Surpreendido, disparou:

- Mas quantos namorados é que tu tiveste??!

Claro, a culpa é minha.

- O que é que tu achas? Eu tinha muita saída, ma'friend! - afirmei a rir.
- Eu não vou ouvir isto...

O carro é giro, mas não vou investir em viaturas que não preciso nem dar comissões a quem não merece. É assim que se perdem os bónus anuais e comissões, pensasse duas vezes antes de enganar a namorada.

Karma is a bitch.


SHARE:

13.12.16

Depilação a "laser", mais uma pessoa ao engano



Além de Lisboa, Porto e Castelo Branco, a Ultimate Laser estreia-se agora na Figueira da Foz e tem 20% de desconto para as primeiras clientes.

As leitoras que vivem fora de Lisboa estão sempre a perguntar-me sobre espaços para fazer depilação laser, queixando-se que estão longe da capital ou do Porto. Fixem esta nova abertura.

Aproveitem e sugiro a leitura das histórias abaixo de pessoas enganadas sobre isto da depilação a laser.


Há dias uma rapariga que não conhecia o blogue entrou nesta página por via do Google, numa pesquisa sobre depilação a laser. Contactou-me com algumas perguntas, dizia ter feito meia dúzia de sessões há uns anos, mas que nunca lhe tinham caído os pêlos após as sessões. Nisto, gastou uma pequena fortuna, ficou com as pernas e as virilhas na mesma e não percebi se desistiu do método ou se o espaço onde andava acabou por fechar.

Estranhei aquele relato. Fiz algumas perguntas e confirmei aquilo que desconfiava desde o início: venderam-lhe depilação a "laser", que de laser não tinha nada.

Juro que me impressiona a quantidade de mulheres que saem enganadas de um mercado que, por sua vez, está minado de aldrabices sem que uma ASAE da vida acabe com isto. Sou menina para jurar que 80% a 90% do mercado de depilação a "laser" por onde vou passando em Lisboa estão a enganar as pessoas.

Expliquei à rapariga como o laser funcionava, não sabia nada. Com a melhor das intenções, investiu num serviço para ficar sem pêlos mas sem saber ao que ia. Eu também passei por isso algures em 2004, mas na altura não existia tanta informação como agora.

Fico parva com estes enganos mas também com a ingenuidade de algumas mulheres: em lado nenhum existe no mundo uma pechincha de serviço com resultados fenomenais. O que é bom custa sempre dinheiro, seja uma casa, um carro, a estada num bom hotel ou o preço de um serviço, pelo que devem sempre desconfiar de preços baixos e de pacotes ao preço da uva mijona.

Segundo a descrição da rapariga, terá feito fotodepilação ou luz pulsada, mas ainda assim mal feito. É que estes métodos não eliminam o pêlo, mas enfraquecem o pêlo e ele deve cair ao fim de uns dias depois de cada sessão. O pêlo não ter caído significa que a máquina não devia sequer estar a funcionar em condições.

Com as minhas explicações, sendo que se preparava para experimentar laser diodo (mais um método de enfraquecimento), percebeu que tinha sido alvo de uma aldrabice.

Há dias, também uma outra leitora me contactou para dizer que estava num espaço que anteriormente recomendei (e deixei de recomendar de um dia para o outro, porque será?), queixando-se que o laser parecia ter deixado de funcionar. Ai mulher, que esse espaço está pelas horas da morte, não é para deixar lá um tostão!, respondi. Em privado expliquei a história, fez-se luz, juntando as "peças" percebeu que o que dizia era verdade e lá percebeu que andava a fazer festinhas aos pêlos.

A sério, usemos o raciocínio:

1. Não façam depilação a laser em nenhum espaço do qual não conhecem pelo menos uma pessoa próxima que tenha sido bem sucedida e cuja história coincida com a velocidade e descrições do método que vou deixando por aqui (também é preciso ter em conta que há pessoas que acham que estão a ser bem sucedidas ao fim da 20ª sessão porque não conhecem outra realidade e 20 sessões também não é normal).

2. Não é que tenham de seguir a minha recomendação pela Ultimate Laser - embora seja o único sítio como deve ser que conheço e em que confio, não tenho outro para recomendar - mas ao menos leiam muito, bastante, e saibam a diferença entre as várias luzes (que vendem como laser e são enfraquecedoras do pêlo) em vez de laser alexandrite (eliminador do pêlo).

3. Leiam muito e juntem 2 + 2: se o laser alexandrite é o único método utilizado por médicos dermatologistas (os que oferecem este serviço em consultório) por que motivo será? Provavelmente porque é o único método que funciona. Não se vê um único dermatologista a oferecer depilação por luz pulsada ou diodo. Procurem!, é sempre alexandrite.

4. Uma máquina de luz pulsada custa cerca de 10 mil €, uma máquina de laser alexandrite ronda os 80 mil € e estou a retirar da equação o custo das manutenções e dos consumíveis (que é coisa para rondar os dois ou três mil euros a cada mês). Se têm um negócio em que investiram estes valores, não é de estranhar os preços de 25€/sessão? Convenhamos, as pessoas não trabalham para aquecer, querem ter o retorno dos seus investimentos e fazer vida dos seus negócios, como é que apresentam pacotes com descontos de 70% e 80%? Desconfiem sempre de preços baratos. Se for muito barato, se for um preço muito diferente dos locais que têm ar mais profissional, se parece estranho, é porque é estranho!

Preços muito baixos significam máquinas que não estão a funcionar a todo o gás (para gastar menos consumíveis) e, muito provavelmente, poucas manutenções da máquina (calibração, substituição de lentes, peças, etc.).

Algumas perguntas que a rapariga me fez e respostas que vos podem ajudar:

"Nunca teve de fazer aquelas sessões de manutenção de depilação?" 

As manutenções dependem das pessoas. Eu nunca fiz uma sessão de manutenção nas pernas ou virilhas depois da última sessão (há 10 anos). Mas nas axilas sou capaz de fazer uma sessão por ano, tenho 4 pêlos de um lado e 6 do outro, contadinhos. Ainda assim, considero que isso é não ter pêlos. Em suma, tudo depende das pessoas, do tipo de pêlo e tom de pele. As manutenções têm mais a ver com características pessoais. Há quem precise de uma sessão anual que geralmente é feita antes do verão e há quem, como eu, não precise durante anos a fio. Lucky me!

Perguntei eu: "o instrumento que encostava à pele era redondo ou rectangular, lembra-se?", tendo respondido: "acho que era rectangular".

O laser alexandrite é sempre redondo (tendo em conta a geração de máquinas até à data deste post). Um manípulo que encosta à pele com uma forma rectangular e fria terá sido uma variante do tipo luz pulsada. No entanto acho estranho que os pêlos não tenham caído após nenhuma das sessões. Embora não os eliminasse, deviam cair e enfraquecer. Isso já não é só um método enganoso, é uma máquina que não está a funcionar.

"Disseram que seria um problema meu, talvez hormonal, porque tinha muitos pêlos pelo corpo todo".

Clássicos, dar a culpa ao cliente. É verdade que existem pessoas para quem o laser pode não funcionar devido a um problema hormonal, mas a quantidade de pessoas que têm um problema hormonal diagnosticado e para quem o laser não resulta é tão baixa, tão baixa, que à partida é muito pouco provável. Além disso, eu sou a prova viva de que ter "muitos pêlos" não é sinal de "problema hormonal". Eu era um bicho das cavernas! Quanto mais grosso e escuro for o pêlo em contraste com a pele branca, melhores os resultados. O sistema de laser alexandrite funciona por contraste de cor pêlo escuro vs pele branca, daí os pêlos loiros não terem sorte neste método de depilação. Essa coisa dos "problemas hormonais" é conversa para revirar olhos. Também uma leitora me contactou  em tempos a perguntar o que achava de uma técnica que lhe sugeriu que o laser não estava a funcionar porque se calhar andava a comer muita carne de frango. Poupem-me!

Depois da má experiência, depois de sugerir a Ultimate Laser, os receios naturais de gastar dinheiro em vão: "tenho medo que não resulte".

Para mim e muitas leitoras do blogue, a Ultimate Laser tem provas dadas de que funciona com eficácia e sabem tão bem o que estão a fazer que qualquer cliente pode solicitar um teste sem que seja cobrado qualquer valor. A técnica dará pequenos disparos em algumas zonas para teste e num espaço de 8 a 12 dias os pêlos caem. Não se pode é fazer nenhum tipo de depilação que arranque o pêlo e a pessoa em questão deve ir com os pêlos bem de fora para fazer este teste. Assim uma pessoa pode testar o método sem ter de gastar dinheiro em vão, ver ao que vai, sem aldrabices.


Todos os posts que já escrevi sobre depilação a laser podem ser encontrados neste link.


SHARE:

12.12.16

Gravidez: toda a verdade #11



Hoje foi dia de ecografia, talvez a última, e é a que tem menos piada. O bebé é já muito grande, não dá para ver grande coisa que um leigo consiga perceber olhando para o monitor.

A herdeira está óptima, está já virada de cabeça para baixo (espero que não dê mais nenhuma voltinha!) e fico feliz em saber que 1,6Kg são dela, sendo que aumentei 6Kg até à data. Comentava com mamãe que a gravidez devia estar a dar 4Kg e 2Kg seriam meus, mas mamãe respondeu "olhando para ti... olha que não sei se será tanto!". Esperemos que tenha razão, mamãe é que sabe ou então está a mentir-me.

De resto, tenho sentido uma falta de ar desgraçada, não sei se é de uma constipação horrível com que estou, se isto vai durar até ao fim da gravidez. Também, agradecia que parasse de espremer a minha bexiga, dão-se-me uns "ai, ui!" de quem vai fazer xixi nas cuecas e tem uma litrada para deixar sair, chego ao WC e faço um xixi ridículo que não dá nem para um copo de análises.

A notícia mais engraçada desta eco é que a herdeira vai ser alta, tem os ossos compridos! Well done! 

SHARE:

O nome e as iniciais da herdeira!





Chegaram as iniciais!

Mamãe criou uma tradição em que aproveitando o facto de ser designer, criou um logótipo para cada neto, com as iniciais do nome. E um destes será o da minha herdeira, Maria do Carmo, só falta escolher qual. Estou completamente indecisa, mas talvez mais inclinada para o terceiro. Não sei, não sei.

O logo será utilizado em fraldas, em etiquetas para marcar as coisas dela um dia na escola, em guardanapos, nas festas de anos, no que me apetecer e a minha mãe se lembrar, que tem mais imaginação para estas coisas de crianças.

Imbejosas e interessadas, pode consultar algum trabalho aqui, isto também é feito para fora.


SHARE:

9.12.16

Gratinado de legumes




Ontem publiquei a imagem deste gratinado nas redes sociais do blogue e não estava à espera de ter tanta gente a pedir a receita! Isto é tão básico, xuxus, não tem dificuldade nenhuma.

Neste caso o gratinado era para ser de brócolos e nabo, mas o homem esqueceu-se de cortar o nabo e já cheguei atrasada à cozinha. O gratinado pode ser apenas de brócolos (foi o que acabou por acontecer), brócolos com nabo, brócolos com couve-flor, quem quiser pode juntar cenoura, é daqueles pratos em que basta usar a imaginação e juntar os legumes de que mais gostam.

Esta receita é a olho, não sigo quantidades rigorosas, terão de fazer o mesmo.

2 florões de brócolos
1/2 litro de leite 
3 colheres de sopa de farinha
queijo mozarella ralado (usei light)
pimenta
noz moscada
sal

1. Lavar e cortar os brócolos (e outros legumes, eventualmente) em pedaços. Colocar a cozer durante cerca de 10 minutos em água e sal.

2. Numa panela, deitar o leite, a farinha, a pimenta, o sal e a noz moscada. É importante deitar a farinha enquanto o leite está frio para não criar grumos. Mexer bem em lume médio com uma vara de arames até ferver e ficar um molho cremoso. Rectificar temperos a gosto se necessário.

3. Escorrer os legumes cozidos e deitar num pirex (atenção para não ter restos de água ou acabam com um gratinado alagado).

4. Deitar o molho branco por cima dos legumes. Acrescentar o queijo ralado na cobertura.

5. Levar a gratinar ao forno durante cerca de 15 minutos (tempo varia de forno para forno).


E é isto, mais simples não há! Aqui ficam com um excelente acompanhamento para peixe ou carne.


SHARE:

Um dia mato este gajo #71


No verão, uma amiga também grávida e que trabalha num banco, confessava-me a falta de paciência com que andava para redundâncias. Dizia ela que as pessoas chegavam ao balcão e perguntavam: "fazem depósitos?", ao que tinha vontade de responder "não, mas vendemos estas lindas couves que temos no balcão".

E eu compreendo-a perfeitamente, o meu coração está com ela. A falta de paciência para conversa desnecessária é coisa que me acompanha diariamente. Ainda me lembro nos tempos de função pública em que era vista como pessoa antipática porque não fazia conversas de corredor e não introduzia as chamadas para outros departamentos com mais do que a educação obrigava. Eu sou uma pessoa despachada, não me arrasto. No trabalho, sou completamente focada, não me apetece trazer distracções ao raciocínio quando estou concentrada.

Durante parte da minha vida senti-me incompreendida, "para quê tanta conversa e salamaleques?", mas agora grávida este tipo de discurso parece que ganha toda uma outra dimensão, pois a paciência decresce à medida que a barriga cresce.

Uma das pessoas dadas a estes comportamentos redundantes é o me'home. Então, comecei a entrar nestes diálogos em modo "hás-de parar": ele redundante, eu irónica.

- Preciso que vás ao talho.
- Fazer o quê?
- Comprar cotonetes.
- Precisas de me tratar assim?

Sabendo que vou fazer um gratinado de legumes, a tratar do bechamel no fogão, pergunta-me:
- Isso é para quê?
- Lavar o rabo.
- Já viste como estás horrível?

Uma pessoa pode vir a não ser bem-sucedida, mas ao menos tenta.


SHARE:

5.12.16

Gostei e comprei #41



Casaco Springfield, aqui
Camisa ZARA (antiga)
Jeans de maternidade H&M, aqui
Botins ROS LISBON, aqui
Mala ROS LISBON, aqui

De repente caíram as temperaturas e percebi que não tinha camisolas ou casacos!

Quer dizer, ter tenho, mas são duas ou três peças. O restante sobe pela barriga acima ou os casacos ficam com os espaços entre botões com a malha toda repuxada para os lados. E queridas grávidas, se não querem parecer ter 50Kg a mais numa foto ou quando se olham ao espelho, nada de peças curtas ou a esticar "está barriga não cabe aqui!".

O truque é comprar peças que poderão ser usadas depois de grávida, pois também não vale a pena estar a fazer investimentos em vão. As únicas peças de grávida que comprei foram só e apenas calças e soutiens - porque tem mesmo de ser - tudo o resto que adquiri poderá voltar a ser usado.

Não tive tempo nem paciência para andar nas lojas, lancei-me em três lojas online no Black Friday, estava estoirada depois da montagem do Winter Market Stylista, olhava para o portátil e só queria fechar os olhos. Foi mesmo daquelas sessões de compras a despachar e por pura necessidade. 

Mas fiz boas compras, pouco será o que tenho a devolver às lojas.



Este casaco foi um tiro certeiro! Cabemos eu e a herdeira num M sem dramas nem complicações, vai dar para usar mais tarde, tem bom comprimento, bom toque, fica mesmo bem com jeans, calças pretas ou brancas e é quentinho quanto baste. 

Aprovadíssimo, recomendo a compra!


SHARE:

2.12.16

Carta ao Pai Natal 2016


Dear Pai Natal,

estou cada vez mais cara, deve ser da idade. Por outro lado, cada vez mais selecta, quero menos quantidade, mais qualidade e não preciso de presentes aos molhos. A vida tem-me sido simpática, estou grata por isso.

Bem sei que estando grávida o mais certo é não ver presentes. Estou tranquila com isso. Toda a ajuda para a herdeira é bem-vinda, claro, fico contente e nada de amuos se não tiver presentes e forem todos para a mais piquena. MAS, não me obrigues a fazer cerimónias!

Pessoas que têm filhos, não sei se passaram por isso, sabiam muito bem o que queriam, o que tencionavam comprar. E quando nos aparecem com uma coisa (com a melhor das intenções, eu sei), mas que não é nada do que queríamos, ficamos entalados num cruzamento de agradecimento, delicadeza, educação, cerimónia e "não é nada disto" a fazer eco na cabeça. É mais ou menos como precisar de fraldas descartáveis, receber fraldas de pano à antiga e não querer ser ingrata por presentes dados com tão boa intenção e coração.

Pai Natal, isto para te dizer: não escolhas por mim, por favor. Fala com a minha mãe, com o pai da criança, mas não tomes iniciativa porque há determinados artigos (alguns, também não é tudo!) em que me podem deixar sem saber o que fazer. Tem sensibilidade para isso.

Mas vamos aos meus presentes que são muito mais interessantes.



CANON 100D (em branco), cerca de 600€.
As fotografias são a coisa que tenho de que mais gosto.
Vem aí uma nova fase, uma herdeira na minha vida, eu quero mesmo uma máquina nova, de tamanho médio como esta e fotos como deve ser. Merecemos as duas. Se esta vier até quero um tripé e um comando manual, mas depois trato disso.



Estes meninos da Apple estão cada vez mais caros.
iPad Pro, 128GB, rose-gold, 800€
É para trabalhar!




Acces Steam da Rowenta 
Nada como ter um vapor daqueles que vemos nas lojas (com ataques de inveja) só para tirar vincos de última hora de uma camisola que foi mal atirada para cima da cadeira ou refazer os vincos do fato de me'home sem precisar de montar a tábua de passar a ferro. No fundo quero facilitar a vidinha, pode ser? 
Check! ✓



Se a minha irmã do meio me tivesse dito que ia passar por Badajoz há uma semanas, isto não precisava de ser incluído na lista do Pai Natal! Por isso, um saco de carvão de presente para essa menina.

Um trio Lavanda Puig: água de colónia + gel de banho + desodorizante.
Adoro isto, uso há mil anos (desde criança?), mas nem sempre se encontra. No El Corte Inglés vou tendo sorte de vez em quando. Cada um destes produtos ronda os 5€.
Check! ✓



Brincos em prata dourada, da OMNIA, 39€.
Fala com o PAM que não sei se não se chegou já à frente.
Check! ✓





Relógio ELETTA, modelo The Boyfriend, 179€
Check! ✓


É ou não é uma lista singela?

Além disso, nos dias de Natal quero o pudim Abade de Priscos da tia Gorda, quero pudim de café da mamãe, quero aquele doce de castanhas, natas e ovos moles da tia do PAM, quero fidalgo da sogríssima, sonhos da mamãe e não ganhar peso algum.  No dia 26 de Dezembro vou pesar-me e estar igual à semana anterior, OK?

E ainda, regressar ao Rio de Janeiro até Setembro de 2017, ir aos Açores e à Madeira durante o próximo verão e concretizar a viagem de grupeta às Maldivas em Janeiro de 2018. Eu preparo isto tudo, só precisas de alinhar as condições: criança adorável e silenciosa, toda a gente quer ficar com ela e eu piro-me pela porta das traseiras, resistente a sentimentos e capaz de uma vida além da maternidade.

Não arranjas lista mais fácil que esta. Sei muito bem o que quero.

Um beijo às renas!

AR


SHARE:

1.12.16

Sopa de ervilhas e coentros



Esta sopa foi um acaso, mas ficou óptima. Estava a meio do processo de preparar uma sopa de espinafres quando percebi que me esqueci de comprar os ditos espinafres! Abri o congelador em busca de uma ideia, ali estavam pacotes de ervilhas e foi a solução. Que sopa tão boa!

Receita para 5 litros:

5 cebolas 
3 nabos
5 courgettes 
1 molho de coentros
400 gr. de ervilhas baby congeladas
azeite
sal

Refogar as cebolas com um fio de azeite até ficarem douradas. Acrescentar os nabos e as courgettes descascadas e cortadas em cubos. De seguida, colocar as ervilhas congeladas e o molho de coentros lavado e picado.

Cobrir os legumes com água a ferver e deixar cozer cerca de 15 minutos a partir do momento em que começa a borbulhar. Com a tampa fechada, deixar repousar mais 30 minutos e bater muito bem com a varinha mágica para desfazer ao máximo as peles das ervilhas. Adicionar sal a gosto.

SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig