14.12.17

Carmencita, a Herdeira #1

A minha filha está feita uma ordinária, cospe por tudo e por nada. Tem 9 meses, é óbvio que não o faz intencionalmente, é uma reacção de repúdio, uma forma de protesto, ora porque não quer continuar a refeição, porque não quer dormir, porque não quer mudar a fralda, é um rol de queixumes.

E, santa paciência, cabe-nos a nós adultos procurar contrariar a reacção de repúdio para que não se torne numa pequena das cavernas.

Tenho-me socorrido de caras feias tipo lobo-mau e de "AI-AI-AI!" em bom som, o que ela já percebe, pois faz beicinho e chora. No entanto, não me tem valido de muito.

Técnica diferente tem tido a Sirly, ainda que tenhamos recomendado a adopção de um regime militar relativamente a cuspidelas. Há dias de outra divisão ouvi a miúda cuspir e a Sirly a responder na sua atitude sempre zen:

- Carjminho: isso não é legau.

Enquanto não aprende poderão encontrar ADN da cria em qualquer lado por onde passar.
SHARE:

13.12.17

Sugestões de Natal 2017


À vezes não é fácil acertar em presentes. Há pessoas que gostam de complicar, outras que não têm imaginação, outras que não têm qualquer atenção aos desejos alheios e outras para quem o conceito de simplificar é coisa complicada. Percebi isso quando perguntei sobre presentes que servissem a um grande número de mulheres e deduzi que se calhar são elas que complicam, não eles: uma jóia? Deusmalivre, o mais certo era uma escolha errada. Perfume? Nunca na vida! Tenho de ser eu a escolher, a não ser que seja para repetir um perfume que já se usa há muito tempo. Relógios e roupa? Deve ser para ir trocar a seguir. E quando vem sem talão de troca? Mais um mono. Lingerie? Era bonito escolherem por mim... Sapatos? Tinha de matar alguém que escolhesse sapatos por mim. No entanto, há presentes úteis e descomplicados que servem a um grande número de mulheres (notem que um grande número não significa todas).

Abaixo os monos! A sério, deixem-se de monos, de coisas que não servem para nada, pelo que os consumíveis são sempre uma boa opção com menor risco de uma pessoa dizer "tão giro, obrigada!" enquanto pensa "o que raio vou fazer com isto?", reciclando presentes no Natal seguinte e correndo o risco de oferecer o presente a quem o tinha oferecido.

Os consumíveis tipo chocolates são sempre boa ideia e quase de agrado universal, mas há pessoas (estranhas) que não gostam de chocolate. Portanto, esta lista não é 100% infalível, mas é muito segura na generalidade.

(1) Um vale para arranjar as sobrancelhas na Benefit Cosmetics. Já escrevi sobre este serviço aqui, não podia ser mais fã. Há várias coisas boas nesta oferta: se for oferecido a alguém que ainda não arranja as sobrancelhas mas está a pensar nisso, avança num espaço como deve ser. Se for alguém que já arranja as sobrancelhas, vai descobrir um serviço que não vai querer largar. E - esta para mim vale ouro - se se destinar a uma pessoa que arranja as sobrancelhas de forma desastrosa, estão a fazer-lhe um favor. Chega de sobrancelhas em formato de vírgula em Times New Roman, é um atentado aos olhos das pessoas!

(2) Massagens! As massagens são uma boa aposta para quem gosta deste tipo de relaxamento. Existem muitos espaços onde se fazem massagem e depois existe "O" sítio. Não conheço negócio de massagens mais rigoroso que o Float In. Já lá fui várias vezes (a última vez fui com esta promoção de Natal), as lojas estão preparadas a rigor, vê-se que há ali investimento, a música, os chás, as velas, a luz, a temperatura, o tom de voz das colaboradoras, é tudo preparado ao mais pequeno detalhe. Até do ponto de vista de negócio acho o Float In muito interessante por ser realmente feito a rigor, não existem falhas ou quebras no aproveitamento pessoal que podemos fazer de uma massagem. E também não faltam massagens para escolher e vouchers para adquirir, tudo sem sair de casa e sem andar nas filas de Natal. É uma ideia que para quem gosta de massagens é sempre bem recebida.

(3) Por vezes vamos a festas de Natal onde não é suposto levar presentes mas pedem uma contribuição para a festa, tipo uma sobremesa. Mas há quem não saiba cozinhar, quem não é grande barra em sobremesas, que não tem paciência ou tempo e é aqui que entra a Graça Araújo Bolos. Juro, é sucesso garantido. Aquela sobremesa que aparece na entrada do site é o pecado em forma de bolo e o semi-frio de mousse de avelã é estupidamente bom. Estes dois são para mim uma perdição, se procuram uma sobremesa de Natal não precisam procurar mais.

(4) Chocolates! É rara a pessoa que não gosta de chocolates e quando se gosta está o presente garantido. Há dias recebi umas novas tabletes de chocolate da Nestlé, chamam-se L'Atellier, são assim meio toscas, grossas, com frutos secos, algumas têm frutas e eu que não sou apreciadora de frutos deste género tenho a dizer que nestas tabletes são muito bons! O chocolate é macio, é cacau à séria, adorei estas novidades. Além disso, fazer um molho de embalagens enroladas em rafia ou uma corda, está o presente feito com uma apresentação bem gira.

(5) Sou grande fã da Rituals e à partida toda a gente gosta de tomar banho. As espumas de banho são uma óptima aposta para homens ou mulheres, têm uma textura tipo espuma de barbear, leve e densas ao mesmo tempo, há vários cheirinhos e é cada um melhor que o outro.

(6) Este é um presente que talvez não agrade a todos, talvez seja mais seguro em pessoas mais velhas, mas para mim oferecer um bom vinho é tão bom quanto oferecer um bom azeite. Eu adoro azeite, sou por isso suspeita. Os azeites Carm para mim são uma perdição.

(7) Vales! É um presente completamente a despachar sem história nenhuma, pessoalmente não adoro a ideia do "despachei isto assim", mas é inegável que é um presente altamente seguro. Cheques Fnac, Perfumes & Companhia, Zara, Mango, you name it!

(8) Se forem como eu e a minha mamãe que sofremos na pele o inverno com uma impressão ressequida, não conseguem viver sem cremes. E sim, faz muita diferença usar cremes como deve ser e cremes de supermercado, como também não se usam os mesmos cremes no verão ou no inverno. Estes cremes da Bioderma são uma óptima aposta para quem sente o inverno na pele. Nada de gorduras, hidratação a sério, sem colar, são francamente bons. O creme de corpo (que uso eu e a minha filha), o creme das mãos que para quem está sempre a ter de lavar as mãos é garantido e o creme de lábios reparador que é um aliado de inverno. Este trio para quem cuida da pele e sofre com aquela pele ressequida de inverno após banhos, são sucesso garantido.

(9) Descobri a Miss Brownie através da Sirly que no final da gravidez me ofereceu um pack de 3 frascos de brownie à colher. Minhanossasinhora, o que me foi oferecer! É bom, bom, bom! Mas lá está, é bom para gulosas como eu. O brownie de colher com brigadeiro é imparável (parece muita coisa, mas não é), o de caramelo salgado é maravilhoso e o de framboesa também é bom, mas eu sou mais o género dos dois primeiros. Nunca provei os bolos e os outros brownies, mas a avaliar pelas versões de frasco, esta marca é boa demais!


SHARE:

Séries: The Night Of



Trailer aqui.

The Night Of é uma mini-série de 9 episódios a não perder e que engoli em dois ou três dias. Que enredo tão bom! Que história tão bem construída, que representação tão boa. É daquelas séries que uma pessoa fica chateada quando acaba.

Nova Iorque. Um jovem conhece uma piquena que é um bocadinho areia a mais para a camioneta dele, mas há uma ligação engraçada. Nessa noite divertem-se juntos, beijos aqui e acolá, envolvem-se fisicamente, adormecem, quando ele acorda ela está morta. Mas morta tipo talhante, há sangue espirrado em todo o lado. Ele não faz ideia o que aconteceu.

Foi ele e não se lembra?

É tão bom.


SHARE:

12.12.17

Carta ao Pai Natal 2017



Dear Pai Natal,

constou-me que o ano passado houve reclamações porque a minha lista é sempre muito cara. Sou uma mulher de alta manutenção, já diz um amigo meu. É o que é, não vale a pena estar a fingir! Aguenta e não chora.

Mas sou também bom coração pelo que a lista deste ano tem umas peças mais em conta.

Sorte a tua que desisti de retirar das listas o meu pedido para fazer uma rinoplastia (à qual acrescentei uma redução mamária). Cansei-me de esperar, juntei as minhas moedas e pode ser que em 2018 eu trate do assunto.

Este ano não acrescento viagens porque já fiz um alinhamento: Rio de Janeiro, Tailândia, cruzeiro no Mediterrâneo e México. Já que não tens de abrir os cordões à bolsa, trata aí de um alinhamento de estrelas para que tudo se concretize e a Mamãe me fique com a herdeira, o que já representa muita ajuda.

Vamos à lista!

(1) Uns headphones como deve ser, noise cancelling. Eu mereço e quero mesmo! Na imagem estão uns Bose brancos bonitinhos, têm a minha cara, é uma ideia. Isto para andar de avião e poder ver filmes sem o ruído da aeronave, é de sonho.

(2) A nova Canon 200D foi feita a pensar em mim. Tem um guia maravilhoso no monitor, passa as fotos directamente para o iPhone sem ter de tocar no cartão de memória, tem todo um guia/assistente que para quem tem um blogue, é de sonho! Estou gamadona nesta máquina.

(3)  Um tripé para a máquina fotográfica. Pode ser um tripé que a Mamãe tem lá para casa abandonado. Eu até aceito coisas em segunda mão sem mostrar os caninos, de que te queixas?

(4)  Um comando para a Canon. Vamos ser honestos: se eu ficar à espera que o PAM tire fotografias, a sério, vou ficar colada ao chão. Tenho de ser eu sozinha e dispensar ajudas. A máquina, o tripé e o comando, ó eu a sacar fotos!

(5)  Uma lente de 50mm para uma profundidade de campo e detalhe como eu gosto.

(6)  MANGO, camisola manga abaloada, cor caqui, refª 13007622.

(7)  MANGO, camisola com nós nas mangas, cor morango, refª 23020504.

(8)  MANGO, camisola com nós nas mangas, cor preto, refª 23020504.

(9)  Livro do Dan Brown, Origem.

Não me faças engordar nestas festas que isto já vai trágico e é tudo.

Manda um beijo às renas, coração!

AR
SHARE:

4.12.17

Séries: Breaking Bad


Ando há que tempos para escrever este post e o motivo para ter demorado tanto é porque há qualquer coisa que me custa.

Com o nascimento da herdeira, deixámos de rumar ao cinema num hábito semanal. Na verdade, nestes nove meses de criança, nunca fomos ao cinema. E com isto ganharam as séries.

Ficarão surpreendidos se vos disser que o PAM não via séries. Dizia não gostar e eu sempre insisti que aquilo era uma estupidez, só podia ter passado por séries francamente más. E então desafiei-o a ver o LOST, aquela que para mim foi uma das melhores séries de sempre.

Foram cerca de 120 episódios, começámos a ver o LOST no final de Julho e acabámos em Setembro. Eram noites de verão agarrados à TV com taças de gelado, chocolates e essas coisas de grande valor nutritivo, enquanto a Carminho silenciosa dormia, muitas vezes no escuro da sala ao nosso lado. Foi com o LOST que o PAM experimentou pela primeira vez o efeito de uma série que nos deixa agarrados: "só mais um episódio!". Há que reconhecer, aquela série tem um excelente efeito suspense! E assim lhe ganhou o gosto, afinal gostava de séries.

Perdeu o cinema, ganhou o formato TV, começou a ler sobre séries, a ver pontuações, a consultar qual seria a seguinte boa aposta para seguir como um livro.

Um dia sugeriu-me o Breaking Bad que eu apenas conhecia de nome, não sabia sequer de que tratava o enredo. A série começou em 2009 e concluiu em 2013, tem uma pontuação de 9,5 no IMDB (é obra conseguir uma pontuação destas!), começámos a ver e acho que ali ao terceiro ou quarto episódio fiquei agarrada. Mas agarrada mesmo.

Foram episódios atrás de episódios, só víamos à noite, mas eu acordava de manhã já com vontade de mais um episódio, qual droga. À noite marcávamos um limite horário para não andarmos em jeito zombie no dia seguinte, mas quantas horas roubámos ao sono! O Breaking Bad tomou conta de nós.

O LOST foi destronado, esta é a melhor série de todos os tempos. Não há palavras que façam justiça e a opinião não e só minha, a pontuação do IMDB obtida junto de mais de um milhão de pessoas para uma média de 9,5 num máximo de 10 é totalmente merecida.

O Walter passou a ser uma pessoa lá de casa, gostava dele, pensava nele e na sua história durante o dia, tive pena dele. comovi-me, ri-me e quase lhe quis dar conselhos. Chegar à noite e à hora de ligar a TV era um ponto alto do dia e, quando a série acabou, ficou um sentimento de perda. Eu queria que a série continuasse, eu queria saber mais. Fiquei desanimada, ficou um vazio, "e agora vou ver o quê?".

Com o fim do Breaking Bad o PAM começou loga em busca de uma nova série, mas eu disse-lhe que precisava de um momento de luto. Não há nada que eu vá gostar depois disto. Preciso de tempo.

Já passou mais de um mês, ainda não consegui ver nada. É assim de bom. É brutalmente bom. Bitch!


SHARE:
© A Maçã de Eva

This site uses cookies from Google to deliver its services - Click here for information.

Blogger Template Created by pipdig